Total de visualizações de página

11 de dez de 2014

ELOHINS - CRIAÇÃO DIVINA!



No Momento Primeiro da Criação, DEUS Se Manifestou No Plano Mental Superior, Conhecido Como Plano Celestial Ou Átma. Que Forma Os Elohins, Seres Divinos De Grande Força E Poder.

Nada Acontece Na Terra Nem Em Outros Mundos, Sem Que Tenha Sido Primeiro, Elaborado Pelos Elohins.  Eles São Os Fortes Seres Da Criação, Através De Pensamentos Divinos.

Os Elohins são os poderosíssimos construtores de formas mais elevadas como Sistemas Solares, Planetas, Evoluções De Vidas, Possuem a Nona Iniciação.

No trabalho de construção, os Elohins Comandam Legiões de Serafins, Querubins, Devas, Anjos, Elementais, Cada um na sua Avidade Criativa Da Vida.

São 12 Os Elohins, E Cada Um Tem O Domínio Sobre Uma Cor. Também São Conhecidos Como Os Dirigentes Dos Devas, Deidades Divinas, Deuses.

Como Trabalham Com A Forma Mental Superior, O Homem Aprendeu Com Eles, Também A Criar Seu Mundo, Seu Destino, Pensando Positiva Ou Negativamente.

Os Elohins São Ao Mesmo Tempo A Semente E O Solo No Qual, As Formas Se Manifestam – Nascem.

Eles Primeiro Criam As Formas E As Condições De Vida, Para Os Seres Existirem Nos Planetas E Estrelas.

Os Elohins Atuam Nos Cinco Elementos Da Vida Em Nosso Planeta. Como A Terra, A Água, O Fogo, O Ar E O Eter (O Espiritual). A Consciência Deles É Voltada De forma Grupal ASeres, Planetas E Estrelas, Sistemas. E De Tempos Em Tempos, Verificam Os Resultados De Seus Planos.

Nesta Era De Aquários, Estamos Em Avaliação, Através De Nossa Forma De Pensar E De Ação Para Que Eles Decidam, Como E Quando Ocorrerá A Elevação Do Planeta E De Nossa Humanidade Para A Quinta Dimensão.

Eles Dirigem Na Terra Os Devas, Que Por Sua Vez Dirigem Os Seres Elementais: Ondinas Das Águas; Salamandras, Do Fogo; Sílfides, Do Ar; Gnomos Da Terra E, O Eter No Espiritual, Mais Desconhecido Pela Maioria das Pessoas, Que Em Síntese Representa A Condução Do Pensamento Nas Condições de Mudanças Físicas de Vida E Planetária.

Muita Luz...
Ivaldo Fonseca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário