Total de visualizações de página

14 de out de 2014

A MORTE - ENTERRAR OU CREMAÇÃO





Para Os Que Acreditam Na Vida Eterna, A Morte Não Existe, Apenas Acontece Uma Passagem Para A Verdadeira Vida - A VIDA ESPIRITUAL. Essa Passagem Pode Ser Calma, Tranquila, Dolorida Ou Não!

Quando A Morte Acontece, Caso A Vontade Do Espírito Não Tenha Ficado Registrado, Cabe A Família Decidir Como Enterrar O Corpo.


Algo Deve Ser Esclarecido A Todos: 


1) Espíritos Esclarecidos, Ao Desencarnarem, Já Têm Os Seres Que Os Acompanha Para Os Receberem E Encaminharem Na Dimensão Que Agora Estão;


2) A Morte Acontece Quando O Cordão De Prata É Rompido, E Por Sete Horas, Seres São Encarregados De Libertarem O Espírito Do Desencarnado, Do Corpo Inerte;


3) Espíritos Muito Apegados A Matéria, A Sua Beleza Física, Ou Que Tenham Morte Acidental Em Plena Saúde, Geralmente Não Aceitam O Novo Estado, E Ficam Tentando Sem Sucesso, Entrar Novamente No Corpo Frio;


4) Para Esses, O Ideal Seria Enterrar, Pois Assim, A Putrefação Natural Afastaria O Espírito Pelo Odor E Pela Decomposição Que Acontecerá;


5) Cremar Um Corpo Onde O Espírito Tenta Voltar, Queimará Também O Mesmo, O Que Vai Requerer Mais Atenção Para Que Esse Espírito Não Fique Perdido Na Terra, Como Obsessor De Parentes Ou Amigos;


6) Devemos Ter A Certeza, De Como Quer Seu Último Ritual Com O Corpo Que Deixa Ou Devolve Para A Terra, Em Cinzas Ou Em Decomposição;


7) Exemplos Tristes, Tivemos Com Os Faraós, Que Sentiram Toda Dor Das Retiradas Das Vísceras, A Barreira Das Bandagens Da Mumificação E, O Peso Da Dor E Maldição De Seus Escravos Enterrados Vivos Junto Com Eles.


Muita Luz...

Ivaldo Fonseca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário